22

ago

2017

Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas

Por forest
Cafeicultores participam de formação sobre SAFs (Foto: Iris Parrot/ ONF Brasil)

Cafeicultores participam de formação sobre SAFs (Foto: Iris Parrot/ ONF Brasil)

 

De 8 a 11 de agosto, o Programa de Integração Local da ONF Brasil realizou a “Oficina de boas práticas para a produção de café no Projeto de Assentamento (PA) Juruena”. A formação foi dividida em um módulo de palestras e outros de atividades práticas, inclusive com visita a uma área para o plantio de café na Fazenda São Nicolau. Na parte teórica, foram apresentados os princípios básicos dos Sistemas Agroflorestais (SAFs) e a referência bem-sucedida do projeto Café em agroflorestas para fortalecimento de uma economia de baixo carbono em Apuí (AM), realizado pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam).

A atividade garante continuidade à atuação do PETRA (Plataforma Experimental para gestão dos Territórios Rurais da Amazônia Legal) na formação de um cluster de café agroflorestal no Noroeste de Mato Grosso. O cluster de café agroflorestal é um arranjo colaborativo para reunir os produtores locais. O interesse dos cafeicultores foi identificado a partir da pesquisa “Viabilidade de um projeto agroflorestal baseado no café na Fazenda São Nicolau e integração dos agricultores locais”, realizada entre abril e julho de 2016.

O café foi escolhido pela ONF Brasil porque já é um plantio culturalmente reconhecido na região, o mercado está em alta no momento e a prática permite intensificar o Programa de Revitalização da Cafeicultura no Estado de Mato Grosso (PRÓ CAFÉ) de incentivo ao fruto. Além disso, o aspecto sustentável da oficina é valorizado quando a opção na adubação e controle de pragas, é por produtos orgânicos disponíveis nas propriedades rurais da região. A implementação dos SAFs – com a introdução de espécies arbóreas nos cafezais – é um dos principais elementos para melhorar a qualidade do ambiente com sombreamento, produzir nutrientes para o solo, conservar a água e a terra, além de sequestrar o carbono.

A oficina de agosto ensinou técnicas de manejo aos cafeicultores. A programação compreendeu informações sobre: a poda de formação, renovação e recepa; biofertilizante, compostagem com palha de café, folha de banana, esterco e cinzas; armadilha para broca do café e terreiro suspenso. Os participantes também tiveram a oportunidade de visitar um plantio de café clonal na região.

O maior desafio é abandonar a prática da monocultura. Porém, além das vantagens econômicas, o sequestro de carbono propiciado pelos SAFs é atraente para os agricultores que pretendem contribuir para combater as mudanças climáticas. Uma vez que a agroecologia e a agricultura familiar não utilizam grandes áreas, o produtor consegue tirar uma boa renda em territórios menores, sem a necessidade de derrubadas de árvores. Além disso, o manejo com sistemas de podas contínuas acelera a ciclagem de nutrientes e a fixação do carbono no solo.

Veja mais fotografias do evento:

Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 1

Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 2 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 14 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 13 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 12 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 11 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 10 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 9 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 7 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 6 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 5 Oficina da ONF Brasil estimula os cafeicultores do Noroeste de Mato Grosso a adotarem práticas agroecológicas 3

Comentários

Envie-nos uma mensagem

ENVIAR

ONF Brasil

(65) 3644 7787

contato@onfbrasil.com.br

Fazenda São Nicolau, Cotriguaçu - MT