17

out

2017

Viveiro da Fazenda São Nicolau produz mudas nativas para restauração florestal

Por forest
A maior parte das espécies produzidas são pioneiras (Foto: Acervo da ONF Brasil)

A maior parte das espécies produzidas são pioneiras (Foto: Acervo da ONF Brasil)

O objetivo é recuperar 120 hectares em 10 anos e a meta para 2017, período da sexta etapa da iniciativa, é restaurar uma nova área de 12 hectares com plantios de espécies nativas e também com o estímulo à regeneração natural. A maioria das mudas produzidas, aproximadamente 70%, são de espécies pioneiras ou secundárias iniciais. De rápido desenvolvimento e responsáveis por melhorar as condições ambientais com a geração de sombreamento, por exemplo, as plantas pioneiras abrem caminho para as espécies secundárias tardias e a comunidade clímax. As principais pioneiras escolhidas para a produção de mudas no viveiro são a Paineira barriguda, Paricá, Mutamba e Ingá. Entre as espécies clímax, destacam-se principalmente o Jatobá, a Castanha do Pará, o Ipê amarelo e o Ipê roxo.

As atividades de restauração nas Áreas de Preservação Permanentes Degradadas (APPDs) da São Nicolau se inserem no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC 8607/2012) assinado entre a ONF Brasil e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Mato Grosso (SEMA-MT). A produção teve início em agosto com o plantio das primeiras sementes, coletadas na própria fazenda, adquirida de coletores do assentamento PA (Projeto de Assentamento) Juruena ou a partir da compra em redes de sementes.

As mudas devem ser plantadas em dezembro, no início das chuvas (Foto: Acervo da ONF Brasil)

As mudas devem ser plantadas em dezembro, no início das chuvas (Foto: Acervo da ONF Brasil)

Em outubro cerca de 10 mil mudas de 25 espécies já estão em fase de desenvolvimento. Ao final do processo, em dezembro, pretende-se alcançar a marca de 15 mil mudas de 30 diferentes espécies, das quais 11 mil serão utilizadas na Fazenda São Nicolau e as demais disponibilizadas para restauração em outras áreas potenciais, como por exemplo as APPs (Áreas de Proteção Permanente) degradadas às margens do Rio Juruena, no PA Juruena, apoiando o projeto Reflorestamento Afirmativo. A maior parte das mudas estarão prontas para o plantio em dezembro, período ideal para expedição a campo, devido ao início da estação chuvosa.

Comentários

Envie-nos uma mensagem

Envie-nos uma mensagem ENVIAR

ONF Brasil

(65) 3644 7787

contato@onfbrasil.com.br

Fazenda São Nicolau, Cotriguaçu - MT

Treepixel Agência Digital Forest Comunicação