02

jul

2018

Certificadora visita Fazenda São Nicolau para avaliar absorção de carbono e benefícios do projeto Poço de Carbono Florestal Peugeot-ONF para a comunidade

Por forest
Visita de certificacao de carbono a

Auditores visitam a Fazenda São Nicolau para certificar créditos de carbono (Foto: Acervo ONF Brasil)

 

De 3 a 7 de maio, uma equipe formada por especialistas da SCS Global Service e do Sysflor estiveram em Cotriguaçu-MT para conhecer e avaliar os resultados do sequestro de carbono nos plantios do Projeto Poço de Carbono Florestal (PPCFPO). A iniciativa existe desde 1998 e realiza o reflorestamento de área antigamente desmatada da Fazenda São Nicolau, com a intenção de absorver o carbono e combater os efeitos das mudanças climáticas. O objetivo do projeto é de absorver 1 milhão de tonelada de CO2 pelo acúmulo de biomassa florestal com o crescimento das arvores plantadas até 2038. As empresas auditoras devem apresentar um relatório final com observações e oportunidades de melhoria para o futuro. A primeira impressão da avaliação do projeto em campo, no entanto, foi bastante positiva.

A SCS Global Service foi representada pela Dra. Letty Brown e a Sysflor pela Nayara Zamin, ambas engenheiras florestais. O Projeto já tinha sido validado pelo VCS em 2011 com uma primeira verificação da quantidade de carbono estocado e com emissão de créditos de carbono para comercialização no mercado voluntario (VCUs). Na época, foram emitidos 112.292 créditos VCUs e, desse total, 61.530 VCUs foram comercializados com o reinvestimento do valor no projeto.

 

20180605_115559

Especialistas acompanham a medição das árvores (Foto: Acervo ONF Brasil)

 

As visitas em um projeto certificado VCS são previstas a cada 5 anos. O objetivo da auditoria deste ano foi a verificação, de acordo com as diretrizes do VCS (Verified Carbon Standard) para nova emissão de créditos, da quantidade de carbono estocado, calculada durante o inventário florestal realizado nos plantios em 2015. O projeto também passou por validação para receber a certificação socialcarbon, que avalia a sustentabilidade, a biodiversidade e os impactos sociais humanos e naturais da iniciativa. Essa certificação fornece oportunidades para envolver a comunidade no projeto e compartilhar os benefícios sociais e ambientais.

Com essa finalidade, o grupo acompanhou e verificou a metodologia usada durante a coleta dos dados em campo, a prática de sistematização e a computação do cálculo final de carbono absorvido. De uma forma geral, as empresas devem verificar a consistência do projeto, as práticas e metodologias de coleta e analise de dados e, então, emitir créditos de carbono gerados e contabilizados a partir do reflorestamento (VCS) e da certificação do projeto no padrão socialcarbon. O Sysflor ficou com a função específica de avaliar o componente social da iniciativa e, portanto, foram realizadas entrevistas com os atores, parceiros e beneficiários locais para entender a relação da ONF Brasil com as comunidades vizinhas e a sua atuação no desenvolvimento da região.

A visita foi acompanhada pela diretora da ONF Brasil, Estelle Dugachard, pelo engenheiro florestal e responsável técnico da Fazenda São Nicolau, Alan Bernardes, e pelo especialista em carbono da ONF International, Danny Torres. No final da visita, a equipe certificadora concluiu a avaliação com a apresentação de oportunidades.

A expectativa é que, até o final do ano, seja finalizado o processo de auditoria completo com validação e verificação dos critérios e indicadores, gerando emissão de novos créditos de carbono que podem se tornar fonte de cofinanciamento do projeto.

 

Comentários

Envie-nos uma mensagem

Envie-nos uma mensagem ENVIAR

ONF Brasil

(65) 3644 7787

contato@onfbrasil.com.br

Fazenda São Nicolau, Cotriguaçu - MT

Treepixel Agência Digital Forest Comunicação