18

dez

2018

Imersão de universitários da UNEMAT e UFMT na Fazenda São Nicolau

Por forest

 

Alunos aproveitam as novas instalações da Fazenda (Foto: UNEMAT Alta Floresta)

Alunos aproveitam as novas instalações da Fazenda (Foto: UNEMAT Alta Floresta)

Todo ano, o Prof.  Dr. Domingos de Jesus, membro do Comitê Científico do Projeto Poço de Carbono Florestal Peugeot-ONF e professor e coordenador no curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais da UFMT, campus Sinop, procura organizar um “curso de ecologia de campo” na Fazenda São Nicolau. Esse ano, ele conseguiu juntar turmas da UFMT Sinop e da UNEMAT Alta Floresta para a visita. Os estudantes da disciplina “Biodiversidade e Monitoramento Ambiental Integrado” conheceram e acompanharam as diferentes etapas da produção científica durante visita à Fazenda São Nicolau, de 7 a 13 de novembro. “Foi uma disciplina que trouxe aos acadêmicos experiências sobre avaliação e monitoramento ambiental, delineamento e execução de projetos de pesquisa, banco de dados e divulgação de resultados”, explicou o Dr. Ricardo Eduardo Vicente. Ricardo, especialista em ecologia e interações inseto-planta, é o professor responsável pela disciplina pela UNEMAT (Universidade do Estadual de Mato Grosso). A iniciativa integra o programa de pós-graduação em Biodiversidade e Agroecossistemas da UNEMAT, Campus de Alta Floresta, e do programa de pós-graduação em Ciências ambientais da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), Campus de Sinop-MT.

A disciplina contou com o apoio da ONF Brasil, que recebeu e hospedou os visitantes durante a semana de atividades na Fazenda. ,  Os resultados de 20 anos de atividades do projeto PPCFPO (projeto Poço de Carbono Florestal Peugeot-ONF) e mais recentemente do PETRA (Plataforma Experimental para gestão dos Territórios Rurais da Amazônia Legal) foram apresentados pelo Engenheiro florestal Alan Bernardes A Fazenda São Nicolau possui diferentes cenários, atividades e práticas sustentáveis com potencial de despertar o interesse dos universitários, como as atividades de conservação na floresta nativa, o reflorestamento para absorção de carbono, a recuperação de APPDs (Áreas de Preservação Permanente Degradadas), o sistema de compostagem e biofiltro, e os sistemas agroflorestais. Para Ricardo, o resultado do curso foi positivo, pois “essa imersão em atividades da profissão e na floresta amazônica são experiências impares”.

A parceria entre a UNEMAT e a UFMT conta com a coordenação de uma equipe de professores. O Dr. Domingos de Jesus Rodrigues (UFMT), especialista em ecologia, ecotoxicologia de herpetofauna, é coordenador do núcleo mato-grossense do PPBio e membro do Comitê Científico e Técnico do Projeto Poço de Carbono Florestal Peugeot-ONF. A Drª Lucélia Nobre Carvalho (UFMT) é especialista em ecologia e comportamento de peixes de riachos amazônicos. A Drª Robyn Burnham (University of Michigan) é especialista em ecologia e sistemática de lianas.

 

Com informações da UNEMAT Alta Floresta.  

 

Comentários

Envie-nos uma mensagem

Envie-nos uma mensagem ENVIAR

ONF Brasil

(65) 3644 7787

contato@onfbrasil.com.br

Fazenda São Nicolau, Cotriguaçu - MT

Treepixel Agência Digital Forest Comunicação