03

jul

2017

Debates sobre o uso de agrotóxicos e capacitação para a comunidade extrativista sensibilizam os participantes durante o Programa de Educação Ambiental de 2017

Por forest

Entre 31 de maio e 13 de junho, evento da ONF Brasil ofereceu atividades educativas para colaboradores da Fazenda São Nicolau, coletores de castanha-do-Brasil, alunos das escolas da região e adolescentes do programa 10x Amazônia.

 

O evento realizou atividades como a poda de árvores frutíferas e a distribuição de mudas (Foto: Iris Parrot/ ONF Brasil)

O evento realizou atividades como a poda de árvores frutíferas e a distribuição de mudas (Foto: Iris Parrot/ ONF Brasil)

O Programa de Educação Ambiental (PEA) da ONF Brasil destinou, em sua 15ª edição, parte da programação para a realização de atividades com os colaboradores da Fazenda São Nicolau (Cotriguaçu, MT). Os participantes aprenderem mais sobre a poda de plantas frutíferas e discutiram os riscos e as consequências do uso de agrotóxicos no cultivo de alimentos. Uma rodada de filmes sobre a produção agroecológica auxiliou no debate, que contemplou os problemas de saúde relativos ao uso de pesticidas. Foram exibidos os filmes “Nuvens de veneno”, “O veneno está na mesa” e “Vida em Sintropia”.

O interesse dos colaboradores pelo tema está ligado aos trabalhos exercidos anteriormente, com produtores que optavam pelo uso de agrotóxicos. Além disso, recentemente, a Fazenda São Nicolau retomou o plantio de produtos para consumo próprio e a experiência mostra, na prática diária, o funcionamento de técnicas alternativas para a produção de alimentos.

Outra atividade educativa foi a oficina de Mapeamento de Castanhais. A Associação de Coletores de Castanha-do-Brasil do Projeto de Assentamento (PA) Juruena participou da formação sobre a localização dessas árvores na floresta, com o auxílio de GPS para dispositivos móveis.  Foi possível realizar uma estimativa da produção regional do fruto da castanheira e ampliar o conhecimento dos extrativistas sobre geolocalização. Os coletores levaram suas famílias para visitar a Fazenda e desfrutar momentos de lazer.

Além da participação de alunos das escolas de Cotriguaçu, o PEA de 2017 também recebeu adolescentes do projeto 10 x vezes mais Amazônia, iniciativa da Promotoria Pública de Justiça de Mato Grosso para promover a educação e a reparação de danos ambientais. O evento despertou o interesse dos jovens pelo desenvolvimento sustentável e revelou a importância de se investir na educação ambiental desde a tenra idade.

Neste ano, foram distribuídas para os participantes mais de 250 mudas de espécies frutíferas e florestais, como jambo, cupuaçu, jenipapo, cajá e ipê. Durante os quase 15 dias de programação, os profissionais da Fazenda ofereceram orientação sobre os cuidados necessários com as plantas, desde o plantio até o descarte correto dos sacos plásticos que armazenavam as mudas.

 

Veja mais fotos da Iris Parrot (ONF Brasil):

Programa de Educação Ambiental de 2017 3

Programa de Educação Ambiental de 2017 2

Comentários

Envie-nos uma mensagem

ENVIAR

ONF Brasil

(65) 3644 7787

contato@onfbrasil.com.br

Fazenda São Nicolau, Cotriguaçu - MT